5 características que impactam na qualidade de um link

Os resultados do link building no SEO não são uma fórmula mágica. É preciso entender os fatores que podem determinar o sucesso ou fracasso de uma estratégia.

Se você tem um negócio online, provavelmente já se encontrou com a seguinte questão: como fazer minha marca aparecer na primeira página do Google? E não é para menos. Uma pesquisa do The ProtoFuse indica que 90% das pessoas não chega a segunda página de pesquisas, visualizando somente as principais sugestões.

Além disso, outra tendência muito importante que o estudo observou é que quase todos pulam os anúncios pagos que aparecem primeiro, clicando apenas nos resultados orgânicos. E, quando pensamos em resultados orgânicos, é impossível não pensar logo em uma das técnicas mais importantes de SEO – o Link Building.

Porém, essa estratégia ainda não é tão conhecida por todos os profissionais de Marketing. Um dos maiores equívocos a respeito do Link Building, por exemplo, é achar que é apenas necessário conquistar o maior número de links possível.

Isso não é totalmente verdade. Apesar da quantidade de links levando até uma página ser um fator bem importante, existem outros atributos essenciais para que um link possa ser considerado de qualidade e seja melhor ranqueado no Google.  

Características que mais impactam na qualidade de um link:

  • Links Dofollow
  • Boa autoridade do domínio 
  • Linkagem contextualizada 
  • Diversidade de sites
  • Texto-âncora coerente

Links Dofollow

Quando vemos uma páginas com diversos links – para outros sites, redes sociais, vídeos etc -, é importante saber que eles podem ser Nofollow ou Dofollow. Para o usuário que está navegando na página, essa diferença não irá impactar em nada sua experiência. Porém, é uma característica extremamente importante para o robô do Google, que é responsável por ler as páginas da Web e definir o ranqueamento.

Utilizar um Nofollow é uma forma de dizer ao Google para não dar autoridade aquele link. Isso pode ser usado para evitar SPAM, para intencionalmente não favorecer determinada página, em linkagens internas nas redes sociais etc.

Funcionamento do Nofollow e Dofollow está mudando com o passar do tempo, porém, é certo que os links Dofollow impactam muito mais no ranqueamento de um site. Por isso, além de conseguir links indiscriminadamente, é preciso se certificar que eles são desse tipo para garantir o sucesso da estratégia SEO e, especificamente, de Link Building.

Boa autoridade do domínio 

ilustração de mulher em uma régua manuseando uma espécie de régua de pontuação em uma parede
fonte: freepik.com

A autoridade do domínio, ou Domain Authority (DA), é uma métrica desenvolvida pela ferramenta de SEO, Moz. O DA nada mais é do que uma espécie de nota que quantifica a autoridade de um site, de 0 a 100.

Em outras palavras, é por meio de um DA alto que sabemos que aquele domínio (ou seja www.algumsite.com) é confiável e se é referência para outros. Por exemplo, o domínio do Google e da Wikipedia possuem DAs bem altos, em 100 e 95, respectivamente. Essa métrica pode ser vista por meio da Moz Bar, uma extensão do Chrome.

A ferramenta leva em conta diversos fatores para determinar o DA do domínio. Alguns deles são: qualidade de links externos, número de visitas, capacidade de conversão, tempo médio de permanência do usuário nas páginas do site etc. 

Essa métrica ajudará a determinar o potencial que o site tem de se posicionar bem no Google – uma vez que as ferramentas de busca desejam mostrar o melhor resultado para seus usuários. Então, quanto mais autoridade e referência um site possui, mais qualidade o Google vê nesse link. 

Quando se trata de Link Building, o que acontece é que, se um domínio com alto DA referenciar um site X, o Google entende que esse X também é relevante – afinal, está sendo mencionado por uma autoridade no meio. 

Isso quer dizer que, para uma estratégia de Link Building, só serão utilizados sites com DA muito alto? Não. O interessante é conseguir links em sites com DA maior que o seu, podendo ser de qualquer número. Por isso, é importante ter uma estratégia de Link Building bem pensada para escolher sites com DA que possam impactar no seu negócio.

Linkagem contextualizada 

ilustração de personagens com características femininas e masculinas interagindo com símbolos de elementos do universo digital
fonte: freepik.com

Além de ter sua página linkada em diversos domínios, tem algo que não pode faltar em uma estratégia de Link Building: a contextualização. Por isso, não adianta querer ser citado em todos os sites possíveis e imagináveis, até porque, o Google já possui muitos mecanismos avançados para saber quando um link realmente é relevante

Assim, páginas relevantes em seu nicho de atuação podem funcionar melhor para sua estratégia de Link Building. Mas isso quer dizer que você sempre deve ser citado em domínios relacionados ao seu negócio? Não mesmo, afinal, existe o contexto!

Vamos supor que você tem um ecommerce de pet shop. Além de ter links vindo de vários sites sobre animais de estimação, você pode variar o perfil de pessoas te mencionando, se houver uma boa contextualização. Isso, inclusive, é bem positivo para a estratégia, como veremos mais na frente. 

Então, no exemplo, você quer ser linkado em um site de Turismo. À primeira vista, os dois ramos – pet shop e viagens – não se relacionam, mas, você pode criar um conteúdo sobre “como viajar com animais”. O texto pode linkar para sua página principal ou para alguma página de produtos – como bolsa de transporte de animais.

O Google avalia a página como um todo na hora de montar seu ranqueamento. Assim, além do DA, também são analisadas as palavras próximas ao link (para compreender se aquela linkagem realmente faz sentido), os outros sites mencionados no conteúdo etc. 

Diversidade de sites

ilustração de personagem com características masculinas sentado em uma escrivaninha interagindo com 4 telas um páginas de sites abertas
fonte: freepik.com

Ser citado por um domínio relevante, com DA bem alto, é incrível. Mas, como já vimos, esse está longe de ser o único critério que o Google analisa na hora de ranquear seus links nas páginas de resultados. Você pode ter um link em um site grande, mas, mais do que isso, ter uma diversidade de domínios direcionando para sua página é essencial. 

E isso é bem fácil de entender. Imagine que alguém famoso indique um produto várias vezes. Mas, com o passar do tempo, ninguém mais fala sobre esse produto – apenas aquele mesmo famoso. Apesar de ser positivo, isso pode ser um indicativo de que a indicação não é tão boa assim.

O mesmo funciona com o Link Building. Ter links vindos de vários domínios diferentes é um alerta para o Google perceber a qualidade daquele endereço eletrônico, portanto, isso também vai pesar na hora do ranqueamento.

Por isso é interessante conseguir links em sites que não pertencem necessariamente ao mesmo nicho que você – mas, novamente, para isso, é essencial a contextualização

Texto-âncora

ilustração de uma âncora
fonte: freepik.com

O texto-âncora nada mais é do que o texto que carrega o link. Voltando ao exemplo da pet shop online, você pode escrever um conteúdo no qual o texto-âncora é bolsa de transporte de animais – que leva para o link www.sualoja.com/produtos/bolsa-de-transporte.

Esse texto também é um fator que irá definir a relevância do link em questão, já que geralmente, ele carrega uma palavra-chave ou termo principal sobre a temática da página. Por isso, uma estratégia de Link Building bem feita leva isso em consideração – pensando em qual termo melhor se encaixa em cada situação.

Além disso, dentro dos tipos de textos-âncoras existem subcategorias, como, por exemplo, texto-âncora de correspondência exata, de correspondência parcial, natural etc. Falamos um pouco mais sobre isso no conteúdo ‘Mitos do Link Building’.

 Dessa forma, fica mais claro que para se ter um link de qualidade, é preciso muito mais do que apenas menções em diversos sites. O Link Building é uma estratégia complexa, que deve levar em conta muitos fatores distintos, para que se possa apresentar os melhores resultados possíveis para o cliente.

Aprendedora, compartilhando o que descobre no mundo da comunicação, colaboração, facilitação. Navegadora no universo digital.
Publicado em 21 de abril de 2020 | Atualizado em 14 de julho de 2021
Categoria

CONFIRA TAMBÉM