Category Link Building

O Google condena certas técnicas chamadas de Black Hat no SEO. Aprenda o que é válido e o que deve ser evitado na sua estratégia.

Todo mundo que possui um site sonha em vê-lo no topo das buscas do Google. Já foi comprovado que o público tende a clicar nos primeiros resultados e raramente passa da segunda página de opções. É uma reação óbvia: os melhores conteúdos tendem mesmo a estar no topo.

Porém, na ânsia por conquistar essa relevância o mais rápido possível, muita gente acaba se deixando levar por técnicas que prometem encurtar esse caminho. O atalho? Tentar driblar a inteligência dos algoritmos do Google em vez de agir de acordo com as boas práticas que ele sugere. É o que chamamos de Black Hat.

Nesse artigo, você vai descobrir:

  • O que é Black Hat

  • Quais são as principais técnicas de Black Hat SEO

  • O que pode acontecer a um site que usa Black Hat como estratégia

  • Alternativas realmente eficazes para melhorar o posicionamento de um site

Black Hat SEO: o que é?

ilustração de uma mulher pensativa trabalhando em seu laptop sob uma escrivaninha
fonte: freepik.com

As técnicas de SEO existem para que um site esteja adequado ao que os algoritmos do Google esperam dele. Esses critérios existem para que o usuário final fique sempre satisfeito com o resultado que ele apresenta. Essas diretrizes, também chamadas de “boas práticas” são atualizadas sempre que o Google refina seu algoritmo.

Algumas otimizações podem ser feitas dentro do site, no que chamamos de SEO on-page. URLs amigáveis, tags de títulos contendo palavras-chave, meta descrições, uma boa organização das páginas e compatibilidade com dispositivos móveis são algumas das ações praticamente obrigatórias para quem quer se destacar por meio do SEO em 2020.

Também é possível trabalhar o seu site no SEO off-page, construindo uma rede de links por meio do relacionamento com outros sites. O aumento da autoridade do site é um impulso para posições mais elevadas na SERP (Search Engine Results Page) do Google.

Tanto no on quanto no off-page, é a constância das ações, aliada à qualidade do conteúdo que você oferece, que vai pouco a pouco conquistando um espaço. É um trabalho à longo prazo.

Acontece que muitas pessoas querem acelerar um processo natural e orgânico encontrando brechas nas especificações dos algoritmos e se aproveitando delas para trazer uma relevância imediata ao seu site. Esse é o raciocínio por trás do Black Hat.

Black Hat SEO: por que se trata de um mau negócio

ilustração de uma mão com o polegar apontado para baixo, indicando um sinal negativo
fonte: flaticon.com

Aparentemente muito atraente, o Black Hat se tornou popular porque realmente pode trazer alguma relevância a curto prazo. Mas basta uma nova atualização do algoritmo do Google para que esse suposto resultado se perca.

Sim! A cada nova “varredura” dos robôs do Google, uma nova avaliação é feita no seu site. Portanto, é bastante provável que os sites que cresceram indevidamente percam o posicionamento que alcançaram do dia pra noite. Isso no melhor dos casos.

Como o Google pode punir sites com Black Hat

O respeito ao usuário é uma das diretrizes mais interessantes do Google. Todos os esforços que forem feitos para oferecer a informação mais relevante e segura, a melhor e mais fluida navegação e a sensação de confiabilidade serão recompensados naturalmente. Quem visar somente os benefícios de uma boa posição na SERP sem se preocupar em oferecer algo realmente bom, terá que lidar com o revés dessa atitude:

  • Perdendo posições no ranking de resultados

  • Sofrendo redução no tráfego

  • Encontrando problemas para conseguir um bom posicionamento para conteúdos no futuro

  • Tendo o site banido

Black Hat SEO: as principais técnicas

ilustração de uma mão segurando lupa em uma tela de computador com uma página de site aberta e outras ao redor, exemplificando a relação do link building com SEO
fonte: freepik.com

Cada nova técnica de Black Hat em SEO tende a se tornar obsoleta muito rápido. Afinal, o Google não para de trabalhar para que a experiência de busca seja cada vez melhor, mais humanizada. Mas é importante conhecer algumas técnicas de Black Hat para entender seus funcionamentos e aprender um pouco do que não fazer. Vamos a elas:

  • Cloacking: o site é construído de forma que os robôs do Google enxerguem uma versão diferente da que o usuário pode ver;
  • Link Farm: utilizada para aumentar a quantidade de backlinks, essa técnica consiste em criar uma rede de sites com o único intuito de alimentarem-se mutuamente com links.
  • Links em comentários: quando feitos de forma automática e em grande escala, como um SPAM, a inserção de links em comentários de sites ou blogs pode ser considerada Black Hat.
  • Conteúdo duplicado: copiar o conteúdo de outro site e apropriar-se dele é uma questão ética que também gera punição.
  • Compra de links: pagar para inserir um link em um site, sem que haja contexto com o conteúdo ou seja necessário para a total compreensão do usuário também pode ser considerado Black Hat.

Evitando o Black Hat: quais técnicas utilizar?

ilustração de uma mão fazendo sinal positivo
fonte: flaticon.com

Existem muitas formas de tentar burlar o sistema que o Google implementa para tentar chegar ao topo mais rápido, mas nenhuma delas vai trazer um bom resultado ao seu site. Você quer comprar uma briga com o gigante das buscas e nem precisa disso para obter destaque. Portanto:

  • Se você deseja um resultado efetivo à curto prazo, considere anúncios. Eles são capazes de aumentar o tráfego para o seu site temporariamente, enquanto estiverem ativos e não impactam nos seus resultados em SEO.

  • Se o que você deseja é construir autoridade sólida para o seu site, invista em Link Building. Diferente das manipulações com links que são próprias do Black Hat, a construção de backlinks, quando prioriza a experiência do usuário e anda de mãos dadas com o Google só torna maior a autoridade do seu site, quanto mais o tempo passa.

Conclusão

Querer encurtar o caminho para alcançar boas posições no Google com estratégias e técnicas duvidosas poderá significar prejuízos de tempo e dinheiro. O SEO Black Hat está cada vez mais em desuso à medida que os buscadores se tornam mais inteligentes para detectar manipulações.

Se você quer um trabalho que traga resultados cada vez melhores a longo prazo, utilize estratégias sólidas e recomendadas. O próprio Google disponibiliza um manual com as diretrizes gerais de otimização de mecanismos de pesquisa (SEO) para iniciantes que valem ser conferidas em caso de dúvidas.

Quer se aprofundar mais ou criar sua estratégia de ranqueamento? Chame uma de nossas especialistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *