Mitos do link building

O link building é um dos mais importantes fatores de ranqueamento no SEO. Desvendamos os principais mitos sobre o assunto. Confira!

A técnica do link building ainda é pouco conhecida. O assunto acaba ficando restrito aos profissionais de SEO e a uma pequena parcela dos de Marketing Digital e Marketing de Conteúdo.

Para quem possui um e-commerce ou depende de vendas on-line, o tema exige atenção, já que o link building tem um peso grande como fator de ranqueamento no Google.

Alguns especialistas chegam afirmar que o link building pode ser responsável por  mais de 70% do sucesso de uma estratégia de SEO.

Assim como tudo que envolve estratégias para ter um bom posicionamento orgânico no Google, os mitos do link building também assombram. Hoje vamos falar de quatro deles:

Chegou a hora de falar sobre esses mitos por meio de um viés que leva em conta dois pontos: informação e nossa experiência como uma agência especializada em conquistar backlinks.

Conseguir apenas alguns links é suficiente?

ilustração de laptop conectando a 3 páginas suspensas
fonte: freepik.com

Muitos profissionais optam uma estratégia mais lenta em termos de ganho de backlinks.

Entre as razões para essa escolha estão: a escassez de tempo para se dedicar a produção de textos que realmente interessem a outros sites, falta de equipe para se dedicar à atividade de link building e de conhecimento sobre o número de links necessários para beneficiar o ranqueamento de uma página.

Antes de decidir por um processo de ganho de links lentamente, você precisa descobrir quantos deles são necessários para o seu site “entrar na competição”.

Mas como fazer isso? O primeiro passo é descobrir quais sites ranqueiam para as palavras-chave que são interessantes para você.

Depois, cheque quantos links essas páginas enviam e quais são os domínios de referência, ou seja, os domínios que enviam links para os sites que está analisando.

Vamos lá?


Aqui na Experta Media usamos o Ahrefs para fazer essa análise. Veja um exemplo.

link building dieta cetogênica

 

Vamos supor que você queira ranquear para o termo “dieta cetogênica”. Podemos ver imagem que o primeiro colocado recebe links de 69 domínios. Os outros colocados também possuem uma quantidade considerável de domínios de referência e backlinks.

Caso você decida ganhar links de maneira mais lenta, as chances de competir por uma boa posição irão cair. Ou você pode demorar muito para ter resultado, já que os sites que ranqueiam para esse termo possuem uma boa quantidade de backlinks.

Suponhamos que você conquiste um domínio de referência por mês, ou obtenha algumas referências de forma esporádica.

Neste cenário, você irá levar de sete meses a um ano para começar a brigar com seus concorrentes na SERP, que é como chamamos a página de resultados de pesquisas do Google.

De forma resumida:

É muito importante você se basear em métricas e números. Ou seja, você deve analisar tanto os seus quanto os dos seus concorrentes para tomar as decisões sobre seus backlinks.

O Google vai me penalizar se eu ganhar muitos links de uma só vez

ilustração de um laptop com a página do Google aberta
fonte: freepik.com

Umas das preocupações mais comuns no universo do SEO e ranqueamento de sites é quanto a uma possível uma punição do Google.

Cautela e cuidado são sempre importantes, afinal, sabemos o quanto a conquista de bons posicionamentos na SERP é importante para o tráfego e, consequentemente, para o sucesso de um negócio.

No entanto é importante percebermos o quanto é comum bons conteúdos atraírem uma quantidade relevante de links, principalmente aqueles que se tornam virais ou que são distribuídos por assessores de imprensa. 

Devemos ter cuidado em relação à qualidade de links conquistados. Se eles tiverem valor e contexto, podem promover excelentes resultados tanto para a sua marca quanto para o seu SEO.

Receber links de sites de outros nichos pode ser perigoso

aviso de atenção em uma tela em um popup
fonte: freepik.com

Apesar de o mercado digital estar bastante maduro, o link building ainda é uma área que costuma gerar muitas dúvidas e desinformação.

Sabemos das dificuldades relacionadas à conquista de backlinks realmente relevantes, assim como sabemos da importância deles estarem dentro um contexto.

Mas nada impede que seu site possa ir atrás de backlinks de sites de outros nichos. É muito mais comum do que você possa imaginar que páginas bem ranqueadas tenham um perfil de backlinks bem diversificado. O importante é que esses links tenham contexto e naturalidade.

Vamos a um exemplo: suponhamos que você esteja trabalhando para melhorar os resultados de um pet shop online.

Além de se dedicar a temas relacionados a produtos e serviços deste universo, você pode, por exemplo, fazer uma pauta com dicas para viajar com animais de estimação que podem ser interessantes para sites de turismo.

A chave é sempre focar no contexto e, claro, na qualidade do conteúdo.

Devo colocar somente textos âncora de correspondência exata nos links

ilustração de uma âncora
fonte: freepik.com

Antes de mais nada, vamos definir o que é um texto âncora.

Quando você navega por um texto em uma página de um site, muitas vezes você se depara com um hiperlink clicável. Por exemplo este aqui: EXPERTA MEDIA.

Como o hiperlink está na palavras EXPERTA MEDIA, chamamos esta expressão de texto-âncora.

Como você precisa construir uma diversidade de links vindos de diferentes sites, também é necessário pensar estrategicamente na diversidade dos textos-âncora que você seleciona.

Em algumas atualizações realizadas em algoritmos do Google, como o Peguin, um dos fatores avaliados foi o excesso de de textos-âncora com correspondência exata.

Apesar disso, ainda é muito comum encontrar diversos textos contendo esse excesso de otimização.

Para decidir sobre a proporção de textos-âncora variados que você deve usar, avalie as os conteúdos que estão ranqueando nas primeiras posições para os termos que você deseja competir.

Dessa maneira, você pode ter uma referência para as proporções que o Google está considerando no seu nicho de atuação.

Para que você entenda melhor como funciona essa variação, vamos voltar ao exemplo da “dieta cetogênica”.

Entre os três conteúdos melhor ranqueados para o termo, encontramos textos-âncora variados, como “fazer dieta cetogênica” e “lista de alimentos para dieta cetogênica”.

Ou seja, você não deve usar apenas a palavra-chave exata quando busca melhores colocações na SERP.

Confira a seguir exemplos de como as variações podem ser feitas.

Tipos de texto-âncora/anchor text que você pode usar:

laptop com página de site aberta na tela

 

  • Correspondência exata:o hiperlink é colocado no texto com a correspondência exata da palavra-chave que está sendo trabalhada. Por exemplo: agência de link building
  • Correspondência parcial:são âncoras que contemplam a palavra-chave e  também outras expressões. Exemplo: listas de agência de link building. Na correspondência parcial, também podemos incluir uma variação da palavra-chave, como ‘estratégias de criação de link’.
  • Marca:quando o nome da marca é usado como texto-âncora.
  • URL: quando o próprio endereço da url é utilizado. Exemplo: expertamedia.com.br
  • Natural:quando uma palavra natural é usada como âncora. Exemplo: “clique aqui”.
  • Imagem:quando um link é inserido na imagem, o Google irá identificar como texto âncora o atributo ALT da imagem. Quando este espaço fica em branco, a âncora será identificada como âncora “no text”.

Para te ajudar nesse trabalho, além de observar como se comportam os sites que ranqueiam para as palavras-chave que você busca, você pode contar com ferramentas que auxiliam na definição dessa porcentagem.

Assim, você pode cruzar a observação do que o Google está entendendo como relevante com a análise feita por ferramentas. É uma maneira de tomar decisões muito mais assertivas.

Hora de ranquear!

ilustração de uma mulher interagindo com um rank em uma tela de celular
fonte: freepik.com

 

Agora que você desvendou e compreendeu alguns dos mitos em torno do link building, pode tomar as suas próprias decisões ao fazer um planejamento de conquista de backlinks.

Além desses quatro tópicos que abordamos, ainda existem outros que rondam o universo do SEO.

Se você tem dúvidas sobre o assunto e deseja que as Expertas respondam, deixe seu comentário abaixo!

Aprendedora, compartilhando o que descobre no mundo da comunicação, colaboração, facilitação. Navegadora no universo digital.
Publicado em 9 de março de 2020 | Atualizado em 13 de janeiro de 2021
Categoria

CONFIRA TAMBÉM