December 2020 Core Update: a mais recente atualização do Google

Em 2020, o Google realizou duas atualizações em seu algoritmo. Conheça a mais recente delas anunciada neste mês de dezembro.

Quando falamos de buscadores, logo pensamos em um específico e você já deve saber qual é. Apesar de existirem vários outros, o Google é o motor de busca mais famoso e usado do mundo. Além disso, mais que uma ferramenta que facilita nossas pesquisas, o conhecemos também por ser uma das empresas mais relevantes globalmente do século XXI até agora. Por isso, qualquer atualização nos seus algoritmos, mexe bastante com todo o mercado. Com a mais recente, a December 2020 Core Update não foi diferente. 

Para quem trabalha com marketing digital, o Google é duplamente importante: tanto na utilização do dia a dia como usuário, quanto no âmbito profissional, principalmente para SEO. Por isso, é fundamental estar sempre acompanhando o que o Google dita ou recomenda seguirmos para que nossos sites não sejam prejudicados no ranqueamento

Pensando nisso, reunimos aqui as principais informações que você precisa saber sobre essa última atualização nos algoritmos do Google, anunciada no dia 4 de dezembro.

Continue lendo este artigo para entender:

  • o que essa atualização significa
  • no que impacta no seu trabalho de SEO
  • se você deve mudar sua estratégia ou não 

O contexto da December 2020 Core Update

ilustração de um laptop com a página do Google aberta
fonte: flaticon.com

Mudanças nos algoritmos do Google podem implicar diretamente na diminuição de visibilidade do site ou até mesmo na diminuição de vendas. Todos os segmentos e modelos de negócios podem ser afetados.

Uma série de atualizações é feita pelo Google durante todo o ano. Algumas com impacto maior, outras menor. No caso das atualizações de maior relevância, como a December 2020 Core Update, é mais comum o próprio buscador avisar por meio de comunicados oficiais. Geralmente, essas modificações costumam mexer com a comunidade do Marketing Digital, principalmente com aqueles que se beneficiam dos acessos vindos das páginas do buscador.

Com este recente update, muitos sites sofreram oscilações de tráfego e posicionamento das suas palavras-chave, pelo menos nas duas últimas semanas. Vale ressaltar que este comportamento é comum neste momento de mudanças.

Devo me preocupar ou não?

ilustração de uma mulher pensativa trabalhando em seu laptop sob uma escrivaninha
fonte: freepik.com

Durante os primeiros dias de implementação da atualização, foram observados impactos tanto em segmentos quanto em domínios. 

Os segmentos de saúde, imóveis, direito e governo foram os mais afetados, de maneira geral, tanto em desktop quanto nos dispositivos móveis.

Falando apenas de desktop, viagens e finanças foram as categorias que tiveram altas taxas de volatilidade. Já nos dispositivos móveis, os setores afetados foram emprego, educação, pets e animais. 

Além de setores específicos, domínios com tráfego que ultrapassam 1 milhão de visitantes mensais foram seriamente afetados. Quase 50% dos domínios prejudicados e beneficiados têm essa característica. E mais: 1 em cada 3 domínios que experimentaram quedas de visibilidade são sites com mais de 10 milhões de visitantes por mês.

Confira os gráfico do Semrush com os setores “vencedores” e “perdedores”:

gráfico-semrush-segmentos-vencedores
fonte: semrush

 

grafico-semrush-atualizacao-google-perdedores
fonte: semrush

Afinal, o que mudou?

ilustração de uma mão segurando lupa em uma tela de computador com uma página de site aberta e outras ao redor, exemplificando a relação do link building com SEO
fonte: freepik.com

Desde 2013 o Google passou a levar bastante em consideração não só as palavras-chave, mas também o universo semântico. A partir desse momento, para quem investe em blog na estratégia de SEO, o conteúdo de qualidade foi sendo cada vez mais valorizado ao longo dos anos. E mais recentemente, a experiência do usuário nos sites está sendo colocada em evidência. 

Claro que as questões técnicas (on-page) têm muito impacto, mas em internet semântica a mensagem vai ter um peso cada vez maior.

Se você ainda não tem sua estratégia de SEO adaptada a estes critérios, então fique atento!

Como posso adaptar minha estratégia a esta atualização?

ilustração de pessoas representando nicho de site
fonte: freepik.com

O próprio Google, nas páginas da Central de Pesquisa, deixa algumas dicas para você não errar na sua estratégia e acompanhar as atualizações. É importante também você se questionar se:

  • Você está oferecendo o melhor conteúdo em suas páginas?
  • O conteúdo fornece informações ou análises originais?
  • O conteúdo fornece uma descrição substancial, completa ou abrangente do tópico?
  • O conteúdo fornece uma análise criteriosa ou informações interessantes além do óbvio?
  • Se o conteúdo se baseia em outras fontes, ele evita simplesmente copiar ou reescrever essas fontes e, em vez disso, fornece valor adicional e originalidade substanciais?
  • O título da página fornece um resumo descritivo e útil do conteúdo?

Após fazer responder estas perguntas, reavalie a maneira que você está trabalhando SEO no seu site e use esta lista como um guia.

E você? Como está cuidando do conteúdo do seu site?

Produtora de conteúdo, formada em Marketing com ênfase em digital e negócios. Colaboradora da Experta Media, fundadora da Red Dot Content, entusiasta do mundo de SEO e grande consumidora de conteúdos, notícias, tendências e cultura pop. https://www.linkedin.com/in/natashascaminha/
Publicado em 14 de dezembro de 2020 | Atualizado em 12 de janeiro de 2021
Categoria

CONFIRA TAMBÉM