SEO: uso de imagens na otimização de sites

Uma dúvida muito comum no SEO é como otimizar imagens para não prejudicar o ranqueamento da página no Google. Neste artigo esclarecemos as dúvidas mais comuns do tema.

Quando se fala em áreas negligenciadas do SEO, a otimização de imagens ocupa o primeiro lugar da lista. Isso porque os profissionais simplesmente acreditam que não vale prestar atenção nisso. Eles esquecem que as figuras também são elementos de muita relevância para a otimização de sites.

Para não ficar no grupo dos que desprezam a otimização de imagens, neste artigo você irá aprender sobre:

  • A importância das imagens nas estratégias de ranqueamento no Google;

  • O que você ganha por utilizar imagens originais;

  • Como o tamanho e a qualidade das imagens influenciam na otimização do site;

  • O que é o alt text e como utilizá-lo de maneira eficiente;

  • A relevância das legendas em uma estratégia de SEO;

  • Por que a contextualização também é importante.

Por que investir em SEO para imagens

 

ilustração representando uma imagem sendo carregada em uma página da internet
fonte: freepik.com

As imagens são importantes, seja em uma estratégia de Marketing Digital, Marketing de Conteúdo, ou ranqueamento no Google. São elas que os clientes enxergam primeiro no seu site, blog ou redes sociais. As escolhas dizem muito sobre seu negócio e a mensagem que deseja passar ao público.

Quando você está “rolando” seu feed no Instagram, não está preocupado em ler as legendas, pelo contrário, o que te faz parar e prestar atenção em todo o resto é, justamente, a imagem. Trata-se do que seus olhos captam primeiro.

Em seu artigo para a Spiner, Jaqueline Gomes, analista de social media, falou sobre o “poder de parada”, que se refere à atenção que um conteúdo é capaz de chamar, a ponto de fazer a pessoa parar para admirá-lo: “Em meio à infinidade de informações presentes na Internet, é necessário que uma imagem seja chamativa o suficiente para que o público-alvo pare, olhe e tenha interesse em oferecer atenção ao conteúdo”.

Falando especificamente em ranqueamento na ferramenta de busca, o Google Imagens é um excelente motivo para investir na otimização de imagens. Dessa maneira, você não ranqueia apenas o conteúdo geral.

Se a imagem estiver devidamente descrita e contextualizada, as pessoas também poderão encontrar sua marca por meio dela. O Google, em seu artigo intitulado Google Image best practices, é bastante claro ao afirmar que: “O Imagens do Google é uma forma de encontrar visualmente informações na web. Com mais contexto relacionado às imagens, os usuários têm acesso rápido às informações”.

Imagens x otimização de sites

ilustração de página de site com upload de imagem
fonte: freepik.com

Quando o assunto é escolher a foto certa, é importante destacar que a originalidade é bastante apreciada. Mas isso não quer dizer que apenas imagens capturadas e/ou confeccionadas pela sua equipe possam ser utilizadas em suas redes, ou blog. Uma pequena edição com um filtro, ou a opção por um estilo, por exemplo, fazem toda a diferença. Isso faz com que as pessoas olhem e identifiquem sua marca de imediato. Basta observar o exemplo do Nubank.

Padronização de imagens utilizada pelo Nubank, no blog
Padronização de imagens utilizada pelo Nubank em seu blog | Foto: Reprodução

A hora de salvar a foto não pode ser negligenciada. A qualidade, o tamanho e o nome precisam ser considerados. Qualidade é crucial: uma imagem toda borrada ou escura, com certeza, não irá passar confiança, muito menos tornará seu conteúdo agradável. Fotos nítidas tendem a destacar-se em meio às outras.

Em relação ao tamanho, Lucila Turqueto, editora do blog “Casa de Valentina”, falou sobre o assunto em seu canal do YouTube. Turqueto explicou que o tamanho das imagens influencia no tempo de carregamento do site, que além de ser um fator de SEO, é de extrema importância para a experiência do cliente em potencial que está te visitando na web. Segundo ela, as imagens devem ser otimizadas, além de apresentarem até 150 kb.

O nome da imagem também conta muito, pois o Google leva isso em consideração. Nada de nomear as do seu site/blog como “IMG-123”: prefira termos que realmente digam algo sobre a figura apresentada. Em um vídeo respondendo dúvidas de SEO, da Experta Media, quando questionada sobre a existência de uma forma correta de salvar imagem, vídeo ou gráfico, Flávia Crizanto disse o seguinte: “Sim! Alt text é importante tanto como fator de ranqueamento, quanto fator de inclusão para pessoas que possuem algum tipo de deficiência visual.”.

Alt text e sua importância

 

ilustração de um campo de alt text preenchido
fonte: freepik.com

O alt text, ou alt tag, é o tema mais falado quando o assunto é otimização de imagem para SEO. Isso não acontece à toa, é um requisito importante para o ranqueamento. Trata-se, basicamente, da descrição da imagem. É a forma que os mecanismos do Google têm para “ler” a foto. Assim, a ferramenta de busca entende o que é aquilo e sua relevância.

Essa descrição não deve ser abandonada, visto que, além de servir para o ranqueamento, também é utilizada para fins de acessibilidade. É uma forma para que as pessoas com deficiência visual saibam do que se trata a imagem. Matt Cutts, engenheiro do Google, destacou sua importância: “Adicionar uma alt tag é algo muito fácil, você, com certeza, deveria fazer em todas as suas imagens: ajuda na acessibilidade do seu site (…)”.

Local de inserção do alt text na plataforma do Wix
Local de inserção do alt text na plataforma do Wix | Foto: Reprodução

A forma de inserir as alt tags vai depender da plataforma do seu site. Algumas como o Wix e WordPress são mais intuitivas e já deixam um espaço reservado para isso. Em outros casos, é necessário fazer a inserção por código HTML. Por exemplo, um bom alt tag para a imagem acima seria: alt=”Local de inserção do alt text na plataforma do Wix”. Para utilizar em seu site basta substituir o texto que está entre aspas pelo de sua preferência.

Legendas são cruciais

ilustração de uma caixa de citação sem frase
fonte: freepik.com

Nas legendas, é importante utilizar algumas palavras-chave principais, mas sem exageros. Lembre-se de que a legenda precisa “falar” sobre a imagem. Portanto, além de ser importante para a estratégia de SEO, também é um ótimo elemento para situar o leitor no texto. Nesse espaço é bastante válido e recomendado oferecer os créditos ao autor da imagem, se for o caso.

O contexto também é importante

ilustração de um notebook com páginas saindo da tela
fonte: freepik.com

Além de pensar em todas essas estratégias para ranquear melhor as imagens, sua contextualização deve ser bem pensada. Não adianta, por exemplo, falar sobre o verão e simplesmente colocar a foto de um cachorro no meio do texto, sem qualquer contexto que o inclua. O Google também faz questão de enfatizar isso: “Garanta que seu conteúdo visual seja relevante para o tópico da página. Sugerimos que você mostre imagens apenas onde elas agregam valor original. ”

Portanto, utilizar as imagens certas pode oferecer um valor imenso em qualquer estratégia. Para isso, basta lembrar de buscar fotos que combinem com sua marca e complementem seu conteúdo, salvar da forma certa, não esquecer das alt tags, bem como de apostar em boas legendas. Pronto, assim você terá imagens perfeitamente otimizadas para SEO.

Se você deseja se aprofundar mais e aperfeiçoar seus conhecimentos sobre SEO, confira nosso Guia de SEO:

baixar guia SEO

Produtora de conteúdo, formada em Marketing com ênfase em digital e negócios. Colaboradora da Experta Media, fundadora da Red Dot Content, entusiasta do mundo de SEO e grande consumidora de conteúdos, notícias, tendências e cultura pop. https://www.linkedin.com/in/natashascaminha/
Publicado em 14 de janeiro de 2021 | Atualizado em 12 de agosto de 2021
Categoria

CONFIRA TAMBÉM