Auditoria de SEO: como fazer e melhorar o desempenho do seu site?

Potencialize a estratégia do seu site com a auditoria de SEO e conquiste as melhores posições no Google.

Última atualização:

3 de maio de 2024

Flávia Crizanto
Últimos posts por Flávia Crizanto (exibir todos)
Índice

    Flávia Crizanto
    Últimos posts por Flávia Crizanto (exibir todos)

    Quem tem interesse pelo universo digital já entendeu que as estratégias de SEO são fundamentais para que um site ou blog possa ser encontrado na internet mais facilmente, de forma orgânica. 

    Mas você sabia que a auditoria de SEO é o pontapé inicial para conquistar as melhores posições nos mecanismos de busca? 

    Imagine esse processo como uma espécie de check-up da saúde do seu site ou blog, capaz de sinalizar o que está funcionando e o que precisa de ajustes. Para essa avaliação, o Google analisa vários quesitos.

    Esses critérios são usados para classificar um conteúdo como boa fonte de informação. Com o tempo, eles podem ser atualizados e, por isso, é sempre importante acompanhar o assunto.

    As atualizações mais recentes do Google apontaram a experiência do usuário como protagonista na corrida pelo ranqueamento. 

    E como garantir essa boa experiência? 

    Para isso, é preciso que um especialista em SEO faça uma análise criteriosa de diferentes elementos do site ou blog. Este trabalho deve ser feito de forma aprofundada.

    Dessa forma, é importante ficar atento para não cair naquele papo de “faça uma auditoria de SEO, gratuitamente, em apenas uma hora”. Se você já se deparou com este tipo de anúncio, confie: isso não existe!

    Neste conteúdo, você vai descobrir os motivos pelos quais investir em uma auditoria de SEO é fundamental para o sucesso on-line do seu negócio. Vamos destacar os benefícios que ela pode trazer e te guiar pelo processo, revelando as principais métricas de marketing que merecem a sua atenção.

    Boa leitura!

    O que é auditoria de SEO?

    O conceito de auditoria vem da ideia de examinar. Quando aplicado ao SEO, significa fazer uma análise da otimização do site ou blog.

    Na prática, o trabalho busca identificar falhas e pontos fracos da página para, assim, ter a base necessária para criar uma estratégia de solução. Consiste, então, em procurar problemas técnicos que envolvem:

    É um processo realizado em muitas etapas, com aplicações internas e externas, que exige conhecimento técnico aprofundado sobre as ferramentas de SEO

    O que a auditoria de SEO faz pelo seu site?

    O trabalho de auditoria de SEO é responsável por atrair mais visitantes para a sua página, garantindo que o esforço dedicado à produção de conteúdo não seja em vão. Afinal, manter um fluxo de tráfego orgânico é essencial para qualquer negócio. 

    Mas como alcançar os resultados desejados? Para isso, é necessário: 

    Checar a rastreabilidade

    O conceito de rastreamento de um site refere-se à capacidade dos mecanismos de busca para encontrá-lo

    Quando uma página não apresenta problemas de rastreabilidade, o “robô” do Google, chamado de crawlers, consegue acessar o conteúdo com mais facilidade, analisando seus links e verificando se a página está apta para ser indexada nos mecanismos de busca. 

    A auditoria de SEO atua diretamente para evitar qualquer problema de rastreabilidade. Para isso, analisa:

    • Estrutura interna de links
    • Características do servidor
    • Arquitetura do site

    Melhorar a experiência do usuário

    A experiência do visitante de um site precisa ser otimizada, oferecendo facilidade de acesso à informação. Portanto, é essencial garantir uma boa legibilidade e escaneabilidade do conteúdo. 

    A auditoria de SEO chama a atenção para questões que devem ser evitadas, como:

    • Parágrafos longos;
    • Palavras difíceis;
    • Imagens ruins ou que não auxiliem na compreensão do texto;
    • Lentidão no carregamento da página;
    • Outras características que podem atrapalhar a navegação do usuário.

    A popularização dos smartphones trouxe o desafio de pensar as páginas da internet para novos formatos. É necessário garantir que um site seja responsivo, o que significa ter a capacidade de se adaptar às diferentes telas: desktop (para pesquisa feita pelo computador) e mobile (para pesquisa por meio de dispositivos móveis, tanto celulares quanto tablets). 

    Nesse sentido, ter um design otimizado para web mobile faz toda a diferença, pois é uma característica que permite ampliar as oportunidades de acesso do seu público-alvo. 

    Reformular a arquitetura do site

    O modo como um site está configurado influencia não só a experiência do usuário, como apontado anteriormente, mas também a capacidade do robô do Google de rastreá-lo. Por isso, é preciso pensar na arquitetura do site: definir uma página principal e garantir que as outras estejam conectadas a ela

    Esse processo confere hierarquia ao seu site, assim, fica fácil tanto para o robô do Google, quanto para o público entender o funcionamento das páginas. 

    A auditoria de SEO investiga qual é a melhor forma de estruturar o seu site. Algumas práticas para conquistar uma boa arquitetura são: 

    • Pensar URLs curtas;
    • Criar conteúdos com palavras-chave bem distribuídas;
    • Manter o texto organizado em títulos (H1, H2, H3…);
    • Realizar o direcionamento para links que estejam funcionando.

    Ficar de olho na concorrência

    É fundamental conhecer o trabalho da concorrência. A auditoria de SEO assume a responsabilidade de realizar uma análise detalhada sobre o desempenho de seus concorrentes, fornecendo informações sobre as métricas, os conteúdos produzidos, as palavras-chave utilizadas e o posicionamento nas buscas. 

    Essas informações são importantes para traçar estratégias e encontrar oportunidades para ranquear nas primeiras posições. Estar atento ao mercado é fundamental para se destacar.

    Portanto, não subestime a análise da concorrência em SEO. Este trabalho é uma fonte valiosa de ideias e aprendizado sobre o seu nicho.

    Direcionar a pesquisa de palavras-chave

    A escolha certa da palavra-chave é o que garante o sucesso da estratégia de conteúdo em SEO. Esse processo depende de uma avaliação detalhada e, por isso, a auditoria de SEO é uma grande aliada

    Como visto anteriormente, a auditoria de SEO envolve a realização de muitas análises. Por meio delas, é possível identificar quais são as palavras-chave mais atrativas para serem trabalhadas.

    Esta seleção deve estar alinhada ao objetivo do conteúdo, que pode ser atrair mais tráfego ou aumentar a conversão. Assim, estabelecer as metas desejadas é o primeiro passo para uma boa pesquisa de palavras-chave

    Realizar o SEO on-page

    O SEO on-page faz referência às técnicas de otimização trabalhadas diretamente no site ou blog. Assim, sendo a auditoria de SEO uma espécie de diagnóstico, serão apresentados todos os aspectos da página que devem ser melhorados.

    Para um bom trabalho de SEO on-page, é preciso garantir:

    Esses são os parâmetros para uma página ser considerada relevante para os buscadores, como o Google e o Bing. Portanto, é fundamental garantir a aplicação prática das informações a fim de aumentar as chances de melhorar o posicionamento no Google

    Melhorar o perfil de backlinks

    Backlinks são links externos, ou seja, menções feitas por outros sites para a sua página. Quando esse direcionamento é realizado, o Google entende que aquele conteúdo é relevante. 

    Por isso, monitorar o perfil de backlinks do seu site é essencial para elevar sua autoridade perante o Google. Além disso, essa prática auxilia no planejamento de campanhas de link building, que têm como objetivo conquistar novas oportunidades de backlinks.

    No entanto, é preciso analisar a qualidade dessas menções para construir uma estratégia eficaz. Não significa que ter qualquer site apontando para a sua página seja algo relevante. Quem menciona precisa ter autoridade para gerar valor no direcionamento. 

    Se um site que os usuários confiam menciona a sua página, a chance de eles clicarem no link é maior, pois entendem que é uma oportunidade de complementar a informação, despertando interesse por aquele novo conteúdo que o link está guiando. 

    O Google também entende que uma menção feita por um site de referência tem mais qualidade do que aquela realizada por uma página qualquer.

    Como fazer a auditoria de SEO?

    Sem dúvidas, o que podemos concluir até aqui é que a auditoria de SEO se trata de um processo complexo, mas com uma taxa de retorno enorme para a sua página. Se você não sabe por onde começar, aqui está o passo a passo sobre como conduzir este trabalho de forma eficaz:

    1. Cheque os erros de indexação

    Para o Google mostrar seu conteúdo na página de buscas, os conteúdos do seu site precisam estar indexados pelo mecanismo de busca. Assim, é fundamental averiguar se não há nenhum problema nesse sentido. 

    A ferramenta Google Search Console é usada para encontrar as páginas com erros de indexação. Ao identificar os motivos, estabeleça uma ordem de prioridade para começar a resolvê-los. As causas mais comuns para erros desse tipo são: 

    • Página não encontrada (404);
    • O site pode estar indexado em domínios diferentes; 
    • Ausência do sitemap, dificultando que o Google descubra o seu site; 
    • URL bloqueada.

    O processo de indexação é bem simples, através da ferramenta do Google Search Console, você pode fazer a inspeção da URL desejada. Em seguida, basta clicar em “solicitar indexação” e aguardar. Normalmente, essa etapa leva alguns dias, então, não se preocupe. 

    Se a página for alterada ou atualizada, também é recomendado solicitar a indexação. 

    Vale lembrar que apenas as páginas que você quer que apareçam no Google devem ser indexadas. Assim, elas serão classificadas nos resultados de pesquisa. No entanto, nem todas têm esse objetivo, como nos seguintes casos: 

    • Páginas com redirecionamento;
    • Páginas com conteúdo duplicado (tag canônica);
    • Páginas admin;
    • Páginas de feed.

    2. Verifique se há canibalização

    A canibalização é um termo usado para se referir aos conteúdos de um site que estão competindo entre si. Isso acontece quando há páginas duplicadas e, por isso, mais de um conteúdo direciona para a mesma palavra-chave. 

    Isso é prejudicial para as estratégias de SEO, pois apresentar informações repetidas no seu site ou blog pode confundir o Google, levando-o a não considerar uma das páginas como original e, assim, penalizá-la. Portanto, fazer essa verificação é essencial para não afetar seu posicionamento no ranqueamento das buscas.

    Por isso, é preciso ficar atento aos detalhes. Mesmo que a diferença na URL seja de um ponto (.) ou barra (/), o Google pode identificar como plágio e atrapalhar o ranqueamento.

    3. Confira sua posição no Google

    Para saber se a estratégia está funcionando e dando resultados, é importante conferir em que posição sua página está aparecendo nos mecanismos de busca. 

    SERP é o nome da página de resultados de pesquisas do Google e, quanto mais para cima seu domínio estiver, maior será a chance de ser visto. 

    Essa checagem é um passo importante, que deve ser feito de maneira periódica para monitorar o desempenho.

    Saber a sua posição de ranqueamento é indispensável para traçar estratégias e alcançar os melhores resultados.

    Mas é importante lembrar que se uma página já estiver ranqueando bem, não tem porque fazer mudanças, pois isso pode até prejudicar o posicionamento. Já ouviu que “em time que está ganhando não se mexe”? A máxima vale também para o SEO.

    4. Faça o rastreamento do site

    É o momento de investigar se o seu site foi encontrado pelo Google ou se há erros impedindo o seu ranqueamento.

    Nesta etapa, você pode utilizar algumas ferramentas: Ahrefs, SEMRush, Ubersuggest e Google Search Console. Com o auxílio desses softwares, será possível configurar a auditoria e categorizar os problemas

    As ferramentas permitem identificar:

    • Problemas de rastreabilidade;
    • Páginas HTTP;
    • Links quebrados;
    • Problemas de sitemap; 
    • Erros de SEO on-page;
    • Carregamento lento; 
    • Entre outros.

    5. Veja se há palavras-chave demais

    Houve um tempo em que era comum associar o uso constante da palavra-chave ao entendimento completo sobre um assunto. No entanto, isso mudou. 

    O Google valoriza, não só a qualidade, como também a naturalidade do conteúdo. Então, usar a palavra-chave o tempo todo pode gerar um material repetitivo e artificial.

    A dica é saber distribuir os termos ao longo do texto, de forma orgânica. Lembre-se: o foco tem que ser a oferta de boas informações ao usuário e não, exclusivamente, o ranqueamento.

    Além disso, uma boa opção pode ser investir em variações de palavras-chave, tornando a leitura mais dinâmica. Por exemplo, se a palavra-chave for “marketing digital”, use opções similares como “marketing digital para empresas” ou “a importância do marketing digital”.

    6. Encontre palavras-chave que o concorrente não tem

    Como já apresentado neste conteúdo, a análise da concorrência oferece um material rico em oportunidades para o seu site. Uma de suas contribuições é para a escolha de palavras-chave. 

    Imagine como pode ser estratégico produzir conteúdos para uma palavra-chave que o seu concorrente não utiliza. Os termos podem apresentar baixa competitividade, mas um bom volume de buscas e, assim, aumentar as chances de classificação do seu site

    É um trabalho que envolve pesquisa de mercado, pois é preciso conhecer outras empresas do mesmo nicho. A análise da concorrência pode trazer inúmeros benefícios para o seu negócio. Ao entender o que está sendo trabalhado em outras páginas, é possível identificar oportunidades e melhorar as suas estratégias. 

    7. Verifique a navegabilidade para celulares

    Segundo pesquisa realizada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), 62% dos brasileiros que têm acesso à internet navegam apenas por meio do celular. O percentual corresponde a cerca de 92 milhões de pessoas.

    Por isso, é preciso garantir a adaptabilidade do seu site para diferentes formatos de tela, pois como já deixamos claro até aqui: a experiência do usuário é fundamental para o Google

    Assim, ao realizar uma auditoria interna, confira como está a navegabilidade do site para versão mobile (celular). Esse é um dos fatores considerados para o ranqueamento nos mecanismos de busca, então, não pode ser deixado de lado. 

    A interface da página precisa estar adaptada para a tela do celular, e o tempo de carregamento precisa ser rápido. 

    8. Analise a velocidade do site

    A velocidade de carregamento de uma página é um critério decisivo na experiência do usuário. Se alguém precisar ficar esperando muito tempo para acessar o seu site, provavelmente, vai preferir mudar para outro que seja mais rápido. 

    A recomendação do Google é de que seu site leve até 3 segundos para carregar

    Com a ferramenta PageSpeed Insights, é possível ver formas de otimizar a velocidade da página. Algumas medidas podem ser simples, como deixar as imagens mais leves, porém outras podem exigir conhecimentos específicos de programação. 

    Além disso, existe a técnica Lazy Loading, que agiliza o carregamento de conteúdos mais pesados. De forma assíncrona, os elementos mais densos são carregados apenas quando o usuário chega até eles, enquanto isso, os arquivos mais leves são apresentados sem dificuldade. Dessa forma, o peso das fotos ou vídeos em alta resolução não prejudica o carregamento da página.

    9. Confira os links internos

    Os links internos são responsáveis por complementar um conteúdo, direcionando o usuário para outras páginas dentro do seu site. 

    No entanto, é preciso ter atenção à coerência do texto-âncora do link para construir uma boa autoridade interna. Ter essa rede de conteúdo bem definida é importante para o fortalecimento das estratégias de SEO, uma vez que ela atrai os visitantes a permanecerem mais tempo no site. 

    Se um link está quebrado e não leva a lugar nenhum, o visitante fica confuso. Nesse tipo de situação, o Google entende que a experiência não é boa para o usuário, dificultando que sua página ocupe uma posição privilegiada no ranking de buscas. 

    10. Avalie se o conteúdo é útil

    Em agosto de 2022, o Google trouxe uma nova atualização sobre as diretrizes de conteúdo útil. Para a plataforma, destacam-se aqueles que são mais relevantes aos usuários, proporcionam uma boa experiência e têm autoridade e reconhecimento. 

    Essa combinação de fatores é resumida na sigla E-E-A-T (Experiência, Especialidade, Autoridade e Confiança — tradução para o português). 

    Portanto, é preciso ficar atento aos conselhos do Google na hora de produzir conteúdos. Ao criar seu texto, pense sempre em sanar a dúvida do usuário. Para isso, é importante abordar o assunto de modo aprofundado e detalhado.

    Não fale sobre algo que não conheça e tenha foco em um assunto: seja um especialista! 

    Quer saber como fazer um conteúdo útil? Clique aqui!

    11. Acompanhe o tráfego orgânico

    As estratégias de SEO têm a função de atrair mais tráfego orgânico para a sua página, sendo importante checar o volume dessas aquisições para saber se o trabalho tem gerado bons resultados.

    O Google Analytics e o AHrefs, por exemplo, permitem o monitoramento desses números por um longo período, podendo estabelecer comparações e identificar momentos de quedas. 

    As baixas de tráfego orgânico podem estar relacionadas às atualizações dos algoritmos de busca, assim, podem ser necessárias mudanças periódicas. Essa é uma etapa de verificação regular, que merece a máxima atenção.

    12. Analise os relatórios completos 

    Diversas ferramentas podem ser utilizadas durante a auditoria de SEO, e grande parte delas fornece relatórios extensos de análise

    Por isso, é necessário um especialista na área para “traduzir” detalhadamente todos os pontos de melhoria e construir um plano estratégico de SEO completo para o seu negócio. 

    Com a devida orientação, as estratégias serão mais claras e os resultados mais seguros.

    Fale com quem entende do assunto

    Quer garantir que seu site seja destaque nos mecanismos de busca, como Google e Bing?

    Dê o primeiro passo com o serviço de auditoria de SEO!

    A Experta é uma agência especializada em SEO, capaz de realizar uma auditoria completa e eficiente para o seu negócio!

    CONFIRA TAMBÉM